Boituva permite duas horas grátis para idosos e deficientes na Zona Azul

Os idosos e deficientes poderão ter o dobro do tempo para estacionar gratuitamente na Zona Azul em Boituva. Um decreto assinado pelo prefeito Edson Marcusso, no último dia 8, ampliou de uma para duas horas o tempo de permanência gratuita nas vagas reservadas, aos usuários credenciados pelo sistema. O decreto também possibilita a permanência na vaga pela terceira hora, mediante aquisição de um cartão tarifado, conforme art. 3º da Lei Municipal Nº 2.098, de 2010.

 

Para ter direito ao benefício, o usuário deverá deixar o bilhete da gratuidade (preto e branco) juntamente com o cartão do idoso ou deficiente, conforme prevê a resolução do CONTRAN. O cartão de gratuidade para as das duas primeiras horas podem ser impressos diretamente no site do Instituto Ação Cidadão (www.acaocidadao.com.br), que entidade permissionária do serviço de estacionamento rotativo Zona Azul em Boituva. Os cartões de identificação de idosos e deficientes serão emitidos pelo Departamento Municipal de Trânsito (Demutran).

 

Atualização Valor

Começaram valer desde o último dia 8, o novo valor do cartão da Zona Azul de Boituva. Para uma hora parada, o valor que era de R$ 1,30 foi para R$ 1,45. Segundo informou a Secretaria Municipal de Administração e Coordenação Governamental, a atualização monetária está em conformidade com a legislação municipal vigente, que prevê que os valores sejam atualizados com os mesmos índices de reajuste do salário mínimo nacional.

Multa agora é grave

Desde janeiro de 2016, o motorista boituvense que estacionar de forma irregular nas vagas reservadas para idosos e portadores de deficiência cometerá uma infração grave, terá retirados cinco pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e vai pagar uma multa no valor de R$ 127,69. Até 2015 a multa era considerada leve, com três pontos na carteira e o valor a ser pago é de R$ 53,20. Com as mudanças, o acréscimo será de 140%, segundo alerta o diretor do Departamento Municipal de Trânsito de Boituva (Demutran), Sheverson Móia.

Além de alterar a gravidade da infração, a nova resolução prevê que as vagas devem ter placas de indicação do uso e dados sobre as infrações por estacionamento irregular, conforme publicado no Diário Oficial da União (DOU). Pela legislação, 2% das vagas em vias públicas devem ser destinadas aos deficientes e 5% a idosos. “Estamos alertando os proprietários de estabelecimentos com estacionamento para que se adequem a legislação”, disse o diretor do Demutran de Boituva.

 
Todos os direitos reservados 2000 - 2015 – tvboituva.com.br - Versão Mobile