Sem paralisações, 500 primeiras unidades do MCMV recebem cobertura em Boituva

As obras das primeiras 500 unidades do Minha Casa Minha Vida prosseguem em Boituva. Nesta semana os dois primeiros empreendimentos em implantação na região do bairro Água Branca entraram na fase de cobertura. Ambos os empreendimentos integram o Programa de Ações Integradas (PAI) da Prefeitura local e visam ampliar a oferta de moradias para famílias com renda de 0 a 3 salários mínimos.

Com investimentos de mais de 60 milhões de reais, os empreendimentos habitacionais Vida Nova I (300 unidades) e Vida Nova II (200 unidades) contarão com creche e escola para atender filhos dos moradores. Pelo projeto, as casas são assobradadas, com apenas um lance de escada e atenderão aos critérios de acessibilidade, além de contar com equipamentos comunitários, tais como praças, playground, salão de festas e áreas de lazer.

São 1.098 moradias

Apesar das dificuldades a Prefeitura lutou e trouxe projetos habitacionais para Boituva. Para muitas famílias o sonho da casa própria já virou realidade, pois já foram entregues 178 apartamentos e mais 120 estão em andamento. Ao todo, são 1.098 unidades conquistadas, se considerados os 298 apartamentos da CDHU e as 800 casas do Minha Casa Minha Vida, sendo as 500 que estão obras e outras 300 casas da Faixa II.

O prefeito Edson Marcusso disse que a implantação destas unidades atende a política habitacional de seu governo no que se refere a moradia popular. “Após dez anos, Boituva voltou a receber investimentos em moradia popular e a despeito da crise que assola o mundo e o País, as obras não foram interrompidas e em breve teremos condições de atender mais quinhentas famílias com moradias populares”, disse ele.

Sem paralisar

Por sua vez, o representante da Incorporadora Rhodiumix S/A, Jacobo Samuel Fajer, atribui a continuidade da implantação das 500 unidades, ao trabalho de fomento do prefeito Edson Marcusso e sua equipe de trabalho, junto ao Ministério das Cidades, a Caixa Federal e aos órgãos vinculados ao Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Habitação e do programa Casa Paulista, foram determinantes para a liberação do projeto. 


 


 

Da Assessoria de Comunicação

Prefeitura de Boituva

 
Todos os direitos reservados 2000 - 2015 – tvboituva.com.br - Versão Mobile